Fénix – 1ª Solução Infalível

Apresentamos aqui a nossa primeira ideia para o país. Vamos conciliar o impossível: Cumprir o plano da troika e simultaneamente fazer renascer das cinzas todos os grandes projectos de obras públicas.

Como o vamos fazer? Cancelamos todos os projectos megalómanos como: Novo Aeroporto, Nova Ponte sobre o Tejo, Ligação TGV Lisboa-Madrid, etc.

TGV

E depois? Depois pegamos em todos os estudos de retorno de investimento que suportaram as decisões de avançar e somamos as vantagens. Mas como se os vamos cancelar? Aí é que está, não vamos!

Confuso? Na realidade é simples: Não fazemos os investimentos, mas contabilizamos todos os seus benefícios.

Nova Ponte Sobre o Tejo

No processo, ajudamos os Estaleiros Navais de Viana do Castelo, a Mota-Engil, a Lusoponte, a Brisa, a Refer, a CP, a banca, todas as pequenas e médias empresas sem excepção e até a Transtejo! Garantimos Emprego e desenvolvemos know-how nacional.

Vamos ainda pacificar a guerra norte/sul, pois esta solução é flexível o suficiente para satisfazer todos os bairrismos lusitanos, e até mesmo os complexos de interioridade.

Mas qual é a ideia afinal? Pois a ideia é genialmente simples: Vamos comprar um Porta-Aviões em Leasing. Nem é preciso fazer estudos. É muito mais barato que todas as obras públicas, mas ainda assim permite operacionalizar todas as suas vantagens. Fénix será o seu nome.

Construído em Viana do Castelo, como viagem inaugural fará uma digressão nacional faustosa, mas no mais rigoroso respeito pelo contribuinte. Este ao sentir-se envolvido, mobilizar-se-á ainda mais para novos sacrifícios. Cumpridas todas as etapas da digressão, rumará ao vale do Tejo para entrar ao serviço do País e do Mundo. Aí, assumira funções como Aeroporto da OTA e Aeroporto de Alcochete (Portela+2), nova ponte sobre o Tejo e interface logístico com a linha de TGV que estava previsto morrer na praia. Poderá ainda, em dias de maior afluência, reforçar a oferta da Transtejo. A todos os benefícios óbvios, devemos acrescentar a merecida compensação a todos os que honestamente especularam com os terrenos em torno da OTA. Até as injustiças criadas ao cancelar esta obra serão corrigidas.

Fénix

Em termos de coesão nacional, e sempre que se verificarem desacatos bairristas, Fénix rumará por mar aos locais dos tumultos com missão de apaziguar as hostes. Se tal não se verificar de imediato, bombardeia-se as ditas para que Fénix possa regressar rapidamente às suas funções. Se algum desacato ocorrer no interior, Fénix rumará a montante de rios e seus afluentes, podendo no processo proporcionar às suas tripulações lindíssimos passeios turísticos.

Fénix é sem qualquer dúvida a solução infalível de que o Reino necessita e merece. O número de soluções inovadoras e valências complementares é tal que não nos atrevemos a tentar enumerar nesta ocasião. Oportunamente o faremos.

Todos os contributos à nossa causa serão bem-vindos, mesmo daqueles que a ela se opõem.

Anúncios

About Gonçalo Moura da Silva

... um homem ao Leme. "A minha alma é uma orquestra oculta; não sei que instrumentos tangem e rangem, cordas e harpas, timbales e tambores. Só me conheço como sinfonia. "

Posted on Setembro 16, 2011, in Ideias para o País and tagged , , , . Bookmark the permalink. 9 comentários.

  1. seráqueaindavaleapena

    Deixava uma sugestão: comemorou-se ontem o dia da implantação da República e várias vezes passou o hino da nação. Ele é nosso e é o que temos! Tem partes, que eu penso que poucos (incluindo eu) conseguem conatar com algo. Não estará já ultrapassado? Não estou a sugerir um levantamento para ele ser mudado, mas gostava que alguém inteligente, escrevesse um novo poema (para poder ser lido com espirito do nosso presente), algo que nos fizesse sentir que seria possível tomar o Leme.
    Tinha um professor de história,que dizia que um filósofo (do qual não me recordo o nome) dizia, ´´se queres saber o que o teu povo pensa, houve o que ele canta´´. Não foi assim no antes 25 de abril?

  2. seráquevaleapena

    gostava de conhecer um artigo seu sobre os ´´INDIGNADOS“. Para quando?
    abraço
    JS

  3. Digníssimo JS,

    Está escrito: “Dictadura” Democrática

    Mais democracia, dá trabalho, obriga a estar atendo, a participar… isto é, Votar!

    Manifestações? Não me parece. Nada contra, apenas penso que simplesmente não tem eficácia, o que as desvaloriza, por banais.

  4. rui moura da silva

    Quando só apetece chorar por este pais, que nos valham as imaginações com humor para nos fazer sorrir. Obrigado.

  5. Adorei o disparate. Obrigado pela palermice tão bem disposta. lol

  1. Pingback: ZEE 2115 | ao Leme

  2. Pingback: Bacamarte – o novo LDG | ao Leme

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: