Preparada para este referendo hoje?

Em dia de referendo decisivo para o futuro de seus súbitos, sua alteza real, a Rainha Isabel II foi passear de manhãzinha. Foi abordada por um repórter que sem a reverência que lhe é devida perguntou de forma impertinente: “Preparada para este referendo hoje?”. Magnânima, sua majestade simplesmente sorriu e acenou. Disse tudo. A monarca com o reinado mais longo da história britânica está nitidamente preparada! O critério editorial do género sensacionalista é registo banal e antigo entre os anglo-saxónicos. A população gosta, a coroa aceita. Sabe lidar com o fenómeno sem perder dignidade. Muito britânico! Apesar da sua ascendência germânica e da legitimidade hereditária, a rainha sabe que a verdadeira soberania reside nos cidadãos. Age em claro contraste com a soberba típica da união tecnocrática que hoje será sufragada.

Quanto a prognósticos, aposto no empate. Sabemos que a vitória é possível empatando. No fim, avançam para a fase seguinte, nenhum favoritismo será lembrado e tudo será perdoado. Poderá até ser uma forma de salvar a face e assim evitar o regresso de outras pretensões separatistas. Confesso que palpito a contragosto. Gostava de um resultado claro e contundente. Prefiro a ruptura. Creio contudo, que este meu desejo não será atendido pelos britânicos que hoje votam. A eles e apenas a eles compete a decisão. Seja qual for o resultado, será democrático, qualquer que seja o desfecho, a eles, cidadãos da Grã-Bretanha, a questão foi colocada, a opção ponderada e a decisão tomada. A nós por cá, ninguém nos perguntará nada!

brexit

 

Anúncios

About Gonçalo Moura da Silva

... um homem ao Leme. "A minha alma é uma orquestra oculta; não sei que instrumentos tangem e rangem, cordas e harpas, timbales e tambores. Só me conheço como sinfonia. "

Posted on Junho 23, 2016, in Escárnio e mal-dizer and tagged . Bookmark the permalink. 1 Comentário.

  1. Rui Moura da Silva

    E o Brexit ganhou! Grande bomba!!! E agora passa a ser “proibido” fazer referendos (é só questão da UE inscrever essa norma numa directiva qualquer como aquela das medidas das sanitas). Aliás veja-se o que aconteceu à Grécia quando o Tsipras teve o topete de perguntar aos cidadãos gregos se concordavam com as condições do novo resgate; e se Portugal quisesse fazer um referendozinho qualquer sobre a UE, era certo e sabido que haviam de chover multas por todos os lados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: