Os Incríveis

Os-Incriveis

Decidi recordar hoje, no dia da familia, um dos grandes clássicos dos filmes de animação, “Os Incríveis”. O filme relata a saga de uma família de super-heróis obrigada a viver no anonimato. O quotidiano entre os comuns dos mortais não é vida fácil para hiper dotados. O patriarca, o Sr. Incrível é dotado de uma força extraordinária. A matriarca, a Sr.ª Elástica, estica, dobra, faz o que for preciso pelas suas crianças. É nelas que reside esperança para um futuro melhor. Relembremos a prole. Violeta, a filha mais velha tem dois poderes, campos de força e a invisibilidade. Controla ambos com mestria, mas como sabemos, é no meio que está a virtude. É rapaz, chama-se Flecha, é rápido, rapidíssimo! Tão ágil e despachado que consegue correr sobre a água. Por fim, a cria mais nova, o Zezé, cujos poderes são desconhecidos de todos. É como um turista. Talvez lá para o fim do filme se manifeste.

Após muitos anos impedidos de demonstrar os seus poderes, uma grande ameaça ao interesse nacional obriga-os a revelar todas as suas aptidões especiais. Entram em acção para nos salvar do Síndrome, o vilão recalcado. Nem ele sabe o preço que pagará… São uma Famiglia INCRÍVEL!

Anúncios

About Gonçalo Moura da Silva

... um homem ao Leme. "A minha alma é uma orquestra oculta; não sei que instrumentos tangem e rangem, cordas e harpas, timbales e tambores. Só me conheço como sinfonia. "

Posted on Maio 15, 2015, in Clássicos do Cinema, Teorias da Conspiração and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. 3 comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: